Modelo exportação

9 11 2007

Lula apresentará Fome Zero em cúpula ibero-americana no Chile

Denize Bacoccina Enviada especial a Santiago – BBC Brasil

Michelle Bachelet e Aníbal Cavaco Silva, em Santiago
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresenta os resultados do Programa Fome Zero na 17ª Conferência Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, que começa nesta quinta-feira em Santiago, no Chile, como exemplo da atuação do governo brasileiro no combate à exclusão social.
O tema do encontro é coesão social e inclusão social. O presidente Lula vai focar seu discurso no combate à desigualdade e falar dos programas sociais do governo.
“O presidente Lula levará à Cúpula a mensagem de que o primeiro passo para promover a coesão social são políticas públicas eficazes de erradicação de fatores que geram miséria e exclusão”, afirmou em Brasília o porta-voz da Presidência, Marcelo Baumbach.
“O Brasil, que conseguiu cumprir com dez anos de antecedência a primeira das Metas de Desenvolvimento do Milênio, antecipa o fim da fome e da pobreza extrema no País”, disse ele.
O presidente Lula dirá ainda que o Brasil consolidou uma ampla rede de proteção social e ao mesmo tempo adotou uma conduta macroeconômica prudente e responsável, favorecendo assim a retomada do crescimento sustentável.
O porta-voz disse que por sugestão do presidente foi criado um espaço na cúpula para que os países apresentem seus melhores programas na área social. O Ministério do Desenvolvimento Social preparou um material audiovisual de meia hora que será apresentado aos demais integrantes do encontro. Os discursos dos presidentes, porém, serão de apenas cinco minutos.
O Bolsa Família, o principal programa de complementação de renda do governo Lula, é pago atualmente a 11 milhões de famílias, o equivalente a um quarto da população brasileira. Este ano, o orçamento do programa é de R$ 8,7 bilhões.
Programação
O presidente Lula chega a Santiago no início da noite desta quinta-feira e logo em seguida participa do jantar de abertura do encontro ibero-americano, com os demais chefes de Estado e de governo. São convidados todos os líderes dos países de língua portuguesa e espanhola das Américas, além de Portugal e Espanha.
Lula deve chegar à capital chilena acompanhado dos ministros das Relações Exteriores, Celso Amorim, e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, além do assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia.
Além das reuniões do encontro ibero-americano, o presidente Lula deve manter vários encontros bilaterais.
O mais importante, provavelmente na sexta-feira no início da noite, será com o presidente da Bolívia, Evo Morales. Os dois conversaram por telefone na segunda-feira e ficaram de se reunir em Santiago para planejar a agenda da visita que Lula fará a La Paz no dia 12 de dezembro, quando vão tratar da retomada dos investimentos brasileiros no país.
O presidente também deve se encontrar com o secretário-geral ibero-americano, Enrique Iglesias, com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Luis Alberto Moreno, com o presidente do Paraguai, Nicanor Duarte Frutos, e com o presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, e o primeiro-ministro do país, José Sócrates.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: