Da Carta Capital

10 11 2007

Tentando criminalizar o MST

Stedile não é Bin Laden
por Leandro Fortes

Projeto que igualava os sem-terra a terroristas sofre bombardeio e morre

O governo federal abortou, discretamente, um projeto cujo objetivo era igualar João Pedro Stedile, principal dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), a Bin Laden, o mais famoso terrorista do mundo. Na semana passada, depois de dez meses de estudo, matou-se, ainda no nascedouro, um anteprojeto de tipificação do crime de terrorismo no Brasil.
No lugar dele, o ministro da Justiça, Tarso Genro, encaminhou ao Congresso Nacional uma proposta de emenda ao projeto de lei sobre lavagem de dinheiro. Pretende, assim, criminalizar o financiamento a atos de terror dentro do País. Não parece, mas há nessa troca de palavras uma vitória silenciosa da democracia.
Confira a íntegra desta reportagem na edição impressa

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: