NOTA DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS REBATE DIRETRIZES DO MINISTÉRIO DA SAÚDE


NOTA DA ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS
DIRETRIZES DO MINISTÉRIO DA SAÚDE CONTRARIAM SÓLIDO CONHECIMENTO CIENTÍFICO
A Academia Brasileira de Ciências vem a público manifestar seu repúdio à atuação da Secretaria
de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos (SCTIE), do Ministério da Saúde, em
publicação no Diário Oficial da União de 21 de janeiro de 2022, que rejeitou as conclusões do
Grupo de Trabalho instituído pelo próprio Ministério da Saúde, conclusões essas aprovadas pela
Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (CONITEC) no SUS.
Manifestamos nosso apoio e solidariedade aos coordenadores desse Grupo de Trabalho, bem
como aos inúmeros especialistas envolvidos, que representaram sociedades científicas e
universidades e elaboraram, em meticuloso trabalho, diretrizes para o tratamento da Covid-19,
pautadas no conhecimento científico sólido e bem fundamentado nas melhores informações e
recomendações internacionalmente aceitas. Ao contrário, a negativa da SCTIE/MS vem
acompanhada de uma nota técnica em total desacordo com sólido conhecimento científico.
Recomendar diretrizes baseadas em conceitos que não sejam baseados no melhor conhecimento
científico disponível é colocar em risco a saúde e o bem-estar da população.
Rio de Janeiro, 24 de janeiro de 2022
Luiz Davidovich
Presidente
Academia Brasileira de Ciências

%d blogueiros gostam disto: